• Drª Ana Paula Hayashi

Você se pesa todos os dias?

Atualizado: 24 de Ago de 2020

É muito comum as pessoas terem uma balança em casa e se pesarem diariamente ao acordar, esperando que o número mude de um dia para o outro. O que mais me perguntam durante o atendimento é: "em qual peso eu devo chegar?", colocando todas as expectativas em cima de uma única variável.

Durante décadas de pesquisa, o controle do peso corporal foi considerado um dado importante no manejo da obesidade e se tornou o foco principal, não só da promoção de saúde, mas, também, do marketing de negócios comerciais.

Nos últimos anos, junto com o crescimento das redes sociais, desenvolvemos uma "neura", depositando todas as expectativas em cima de um número que pode sofrer variações ao longo do dia, por diversos motivos. Independente do seu objetivo (saúde, estética ou desempenho), fatores como o estado de hidratação, o aumento de massa muscular, o uso de alguns medicamentos e as variações hormonais justificam as flutuações de peso, mostrando que este parâmetro nem sempre indica a realidade.

Uma pesquisa realizada na Noruega acompanhou adolescentes durante 11 anos e observou que, mesmo com o peso corporal normal, aqueles que se sentiam acima do peso tiveram um aumento de peso maior na fase adulta quando comparados aos que se consideravam com peso normal. O estudo sugere que a autopercepção do excesso de peso, ou seja, achar-se gordo pode, de fato, influenciar no aumento de peso com o passar dos anos.

Essa propensão ao aumento de peso pode ser justificada por uma ansiedade relacionada ao emagrecimento e pela adoção de algumas situações que são muito comuns na tentativa de perder peso como pular refeições e fazer dietas (deixarei a discussão do “problema” delas para outro Post).

E você pode estar se perguntando, mas o que isso tem a ver com o fato de eu me pesar todos os dias? É simples: pesar-se diariamente tende a aumentar essa preocupação excessiva que existe sobre um peso considerado “ideal”, fazendo com que você passe a acreditar somente no número que vê na balança.

Um estudo que avaliou a auto pesagem e o ganho de peso demonstrou que pessoas que se pesaram com mais frequência tiveram ganho de peso maior do que aqueles que se pesaram com menos frequência. Por isso, se você está tentando emagrecer, lembre-se que a balança não reflete todas as mudanças positivas realizadas e pode gerar uma frustação ao não atingir o peso que você espera. Além disso, é importante saber que ninguém engorda ou emagrece de um dia para o outro. Pelo contrário, para que isso ocorra é preciso que uma série de comportamentos no estilo de vida permaneça durante longos períodos. Então que tal deixar um pouco a balança de lado?


Referências:

https://www.hindawi.com/journals/jobe/2012/601872/

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6061963/

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© 2020 por Ana Paula Hayashi.